sexta-feira, 2 de outubro de 2009

até tu, ENEM?

A cultura da corrupção tupiniquim atingiu até o ENEM? 30 milhões de reais a mais para nova impressão e distribuição das provas? E as mesmas empresas que fizeram a primeira prova farão a segunda? Universidades do país todo afirmando que se não chegarem as notas até meados de novembro não incluirão o ENEM como critério de seleção?
É gravíssimo. Merece uma intervenção drástica, do governo, do Ministério Público, do congresso, dos sindicatos de professores, das ongs, seja lá quem for. Mas isso não combina com o novo status do país. Definitivamente.

Um comentário:

Educacao disse...

Estranho mesmo, não é mesmo? Muito estranho que a prova tenha aparecido justamente na frente de uma jornalista... Sei não, isso, por mais que não goste da tal teoria da conspiração, parece-me coisa preparada para desestabilizar o novo critério de acesso ao ensino superior.
Ainda mais que a gráfica é do grupo, reconhecidamente, contrário à maioria das ações do atual governo.