terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

PT se prepara para confronto com Chalita

As articulações de bastidores do PT (com exclusão dos aliados de Marta Suplicy) tem como foco um possível confronto entre Haddad e Chalita, em São Paulo, o que poderia aproximar o PMDB, num segundo turno, de Geraldo Alckmin. O jogo de xadrez envolve até mesmo a direção paulista do PSB que poderia indicar o vice de Haddad com a benção de Kassab. Daí não ter sido um descuido a presença de Kassab no evento de comemoração dos 32 anos do PT, em Brasília. Um dos negociadores desta articulação é Márcio França (foto), presidente do PSB paulista e secretário de governo de Alckmin.
Que tal?

2 comentários:

Carlos Veloso de Figueiredo Leitão disse...

O que não pode agora é deixar o Antonio Paloci e Ruy Falcão se envolverem na campanha de Haddad. Por dinheiro e poder, é bem provável que eles façam o que fizeram na eleição de 2010. Derrubaram aliados, vazaram informações para a Revista Veja e Folha de São Paulo, tentaram impor uma conduta conforme os interesses deles. Enfim....

Marco Barbeiro disse...

Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar...